Música traz benefícios físicos e mentais para a saúde dos idosos

Aprender a tocar um instrumento pode ser, além de prazeroso, muito benéfico para pessoas de qualquer idade, principalmente para aqueles que já estão na terceira idade, sejam eles principiantes ou experientes na música.

É comum que após certa idade, os idosos comecem a apresentar perda de algumas habilidades, principalmente de memória e flexibilidade do pensamento. Porém isso não é uma regra inflexível e irreversível, a redução de algumas capacidades pode ser evitada, quando na terceira idade, as pessoas se interessam pelo aumento de sua qualidade de vida através de atividades como o estudo da música.

Tocar um instrumentoage sobre a memória e o movimento das articulações, além de estimular o cérebro, exercita a área motora e retarda o processo de envelhecimento. O exercício musical incentiva o aumento da produção de hormônios, amplia os níveis de energia, facilita o ganho de massa muscular, previne osteoporose e rugas.

Há ainda outras vantagens, como a diminuição do estresse, com consequente melhoria do bem-estar e da qualidade de vida, redução da ansiedade, solidão e depressão. Além disso, tocar qualquer instrumento musical traz benefícios para a convivência social e promove o desenvolvimento criativo dos idosos.

Agende uma aula experimental gratuita