Mantenha a estabilidade da afinação do violão de nylon

Acabou de trocar as cordas do seu violão, afinou, vai tocar e aí percebe que as cordas já estão todas desafinadas! Isso já aconteceu com você? Provavelmente sim, porque um dos grandes problemas do violão de nylon é manter a afinação nos primeiros dias depois da troca de corda.

Depois de trocar as cordas do seu violão, afine as cordas normalmente.  Você irá perceber que assim que acabar de afinar o violão, a primeira corda que afinou (a mizinha) já estará abaixo da afinação. Existe então um processo no qual é possível acelerar o laceamento das cordas. A dica é: afine todas as cordas meio tom acima.

Ficará assim, começando de baixo para cima:

1ª Mi em Fá

2ª Si em Dó

3ª Sol em Sol#

4ª Ré em Ré#

5ª Lá em Lá#

6ª Mi em Fá

Sua corda não irá arrebentar, pois o nylon tolera esse tipo de afinação. Então a dica é a seguinte, com todas as cordas afinadas meio com acima você irá puxar ela com o polegar por cima e o indicador e médio por baixo.

Tencione a corda, puxando com o dedo indicador e pressionando com o polegar. Assim a afinação irá cair. O objetivo é fazer a corda descer meio tom, chegando à nota da afinação padrão sem mexer nas tarraxas do instrumento. Se você estiver demorando muito para chegar à afinação desejada e já pressionou a corda muitas vezes, pode utilizar a tarraxa.

Esse método de laceamento da corda irá ajudar muito a ela se fixar no lugar e ganhar mais estabilidade. Mas mesmo assim é impossível que um violão de nylon não fique caindo a afinação nos primeiros dias de cordas novas, porém esse método ajuda muito.

Agende uma aula experimental gratuita